Blog

O Cardápio Vegano do Atleta Olímpico Levantador de Peso Kendrick Farris

O maior levantador de peso dos USA, Kendrick Ferris atribui sua performance, força e foco a alimentação 100% vegetariana

Kendrick Farris é o único halterofilista do EUA competindo nos jogos olímpicos do Rio de Janeiro. Com uma marca pessoal de 377 quilos levantados o atleta de 29 anos nascido em Louisiana detém o recorde americano da categoria até 94 kg.

A notícia vinculada na imprensa mundial relatando que Farris é vegano pegou todo mundo de surpresa. Afinal de contas, é bem incomum encontrar algum atleta de elite vegano, ainda mais halterofilista que precisa de muita proteína para ter músculos fortes para levantar aquele pesos enormes. Muita gente se perguntou como ele faz isso?

Quando as pessoas pensam sobre uma dieta mais estrita, muitas vezes pensam sobre isso em termos do que eles não podem comer. As pessoas me perguntam: ‘Você come saladas todos os dias?” Na verdade, eu nem sequer como muita saladas. Mas eu gosto de pensar nisso como ter um monte de opções. Há um monte de coisas que você pode comer.

 

Ao invés de pensar nas limitações, Farris segue algumas regras simples: Ele come quando está com fome. Ele come o que faz seu corpo se sentir bem no treinamento. E ele come uma ampla gama de alimentos vegetais

Confira a entrevista que Farris deu para a revista eletrônica Mens Fiteness

O que te inspirou para começar a comer VEGAN?

Eu estava fazendo uma pesquisa para saber mais sobre minha descendência, e eu fui parar em uma das tribos de Israel. Eles tinham uma dieta kosher, como eu não tinha certeza sobre o processo de preparação da carne eu coloquei na minha mente que eu deveria parar de comer produtos de origem animal. Eu avisei minha esposa, porque ela que cozinha para nós – foi ai que eu fiz a mudança.

Quando foi isso?

Em 2014, antes do meu filho nascer. Ele é o meu segundo filho, e para mim foi um momento de reflexão sobre as coisas que eu quero ensiná-lo, e o exemplo que deseja deixar para ele. Foi como uma luz que se acendeu.

O que você comia antes de se tornar vegano?

Eu comia qualquer coisa.  Eu era obcecado em  saber quanta proteína eu estava ingerindo. “Quanta proteína tem nisto? Quanto tem naquilo? “Essa era a minha mentalidade. Um monte de hambúrgueres. Eu não estava pensando de acordo com os mandamentos bíblicos que eu observo agora.

Depois da mudança, você notou alguma mudança em como você sente?

Agora, meu corpo se recupera muito mais rápido. Eu me sinto mais leve. Minha mente é muito mais clara. Sinto que posso me concentrar muito melhor, não que eu não era uma pessoa focada antes, mas agora eu sinto que estou totalmente concentrado.

Quais são os principais alimentos que você consome?

Feijões pretos. Eu gosto de fazer uma mistura de amêndoas, castanha de caju e pistache. Eu bebo muita água com um pouco de limão misturado. Eu como uma grande variedade de frutas grapefruit é um dos meus favoritos, e eu amo amoras e blueberries.

Eu amo abacates.  Minha esposa faz uma receita de abacate “quesadillas”, que eu sou um fã. Também sou um amante de guacamole.

Ela também faz uma lasanha de espinafre, que é muito boa. Tudo que ela faz eu como.

E as populares opções de proteínas vegetais Quinoa e Lentilha?

Na verdade, eu não como muita quinoa ou lentilhas. Mas eu não me oponho a comer qualquer tipo de alimento, se for opção disponível eu como.

Alguma Suplementação? Proteínas Vegetais ou alguma coisa do gênero?

Eu utilizo algumas, mas eu não tenho nenhum suplemento favorito. Eu os uso aqui e ali para ver como meu corpo se sente. Estou animado para para experimentar novas proteínas de origem vegetal.

Qual a quantidade de comida que você ingere por dia?

Eu realmente não como muito. Honestamente, eu só como quando estou com fome. Eu não conto calorias. Eu não faço nada disso.

Você acompanha o seu consumo de proteína?

Na verdade não. Eu não estou certo o quanto eu ingiro por dia. É mais importante para o meu corpo se sentir bem. Se eu me sinto bem, então eu posso fazer o treino que eu me propus a fazer. Então, meu trabalho é avaliar como me sinto.

Você poderia dizer para si mesmo: “Bem, eu recebo uma quantidade X de proteína.” Mas a verdadeira questão é como você se sente quando você consume os alimento, porque o treinamento e recuperação tem que estar balanceados. Às vezes nos concentramos tanto no treinamento que esquecemos a recuperação. Tudo é sobre encontrar o equilíbrio.

Você tem um horário específico para comer, ou come somente quando tem necessidade?

Eu acho que seria difícil para mim ter um horário para alimentação. Eu poderia fazer uma programação, mas que seria difícil. “Coma isso as 2h, come aquilo as 4h.” – Isso não é comigo.

Eu sou um amante de lanches. Posso realmente passar o dia com pequenos lanches. Então eu não forço grandes refeições.

Então você não tem nenhum plano alimentar?

Não, realmente não. Minha única verdadeira regra é comer quando estou com fome. Esta manhã, eu bebi um pouco de água com limão -eu bebo muito – mas não  tinha comido até uma da tarde. Talvez eu vou coma na próxima hora. Provavelmente  alguns legumes grelhados, pão, massas, talvez comer alguma coisa que servem no buffet de saladas.

Eu como qualquer coisa, contanto que sejam veganas. Por exemplo: Eu sou um cara que ama hambúrguer. Então, quando eu estou em casa, eu vou faço de cogumelo e de arroz. Tudo se resume a sabor e textura, e que as pessoas estão acostumadas.

Não devemos ficar tão presos com “proteína, proteína, proteína.” Porque você pode obter um excesso de proteínas, e mais do que isso elas podem passar pelo seu corpo e não serem aproveitadas.

8 Benefícios da Granola

Confira os 8 benefícios da granola

Granola é uma ótima opção de alimento saudável, gostoso e nutritivo. Não deixe de conferir a nossa versão desta maravilhosa receita:

Granola

1 – Trânsito Intestinal:

A aveia, principal ingrediente da granola, é rica em fibras solúveis e insolúveis que são ótimas para digestão. A fibra insolúvel ajuda aumentar a velocidade do trabalho do sistema digestível. 

2 – Emagrecimento:

O alto teor de fibras e proteínas ajudam dar saciedade e retardam o processo de digestão. Além disso a granola tem baixo teor de gordura.

Como fazer granola?

3 – Fonte de Energia:

Além de prática, a granola ajuda a melhorar o metabolismo do corpo. Ela contém quase todos os minerais essenciais como o Magnésio, fósforo, zinco, cobre, manganês e selênio.

4- Combate a Anemia:

Por ser rica em ferro a granola combate a anemia!

5 – Evita o Câncer:

Os ingredientes da granola são ricos em antioxidantes que previnem o câncer.

6 – Redução do Colesterol:

A granola também é muito eficiente para saúde do coração. As fibras solúveis da aveia reduzem o LDL (colesterol Mau) sem interferir no colesterol bom – HDL. Além disso as castanhas e nozes presentes na granola contém altos níveis de ômega 3, que são essenciais para saúde do coração.

7 – Rejuvenescimento da Pele:

A granola é uma grande aliada no combate contra o envelhecimento, isso porque contém vários minerais como selênio e zinco que são antioxidantes naturais e ajudam a manter as células novas.

8 – Controlar a Diabetes:

Todo amido que consumimos proveniente de alimentos como pães, massas e bolos viram açúcar no organismo. As fibras da granola ajudam a retardar a digestão do amigo, assim os níveis de açúcar no sangue não sobem rapidamente.

Rir é o Melhor Remédio

SORRIA!!!

A Terapia do Riso ou Risoterapia procura recuperar em você a espontaneidade infantil, de rir sem esforço pelo menos 250 vezes diariamente. Esta terapêutica, promove o contato entre o adulto e sua criança interior. Muitos pesquisadores têm estudado sobre os benefícios do riso.
O homeopata e clínico geral Eduardo Lambert, autor da obra Terapia do Riso – A Cura pela Alegria, publicado pela Editora Pensamento, acredita que a risada pode atuar como um complemento na conquista do bem estar físico e psíquico do ser humano, seja qual for a doença que o afete. É comum ouvirmos o relato de pacientes com câncer, por exemplo, que ao encarar com bom-humor e fé a enfermidade, conquistam mais rapidamente a cura, até mesmo nos casos mais graves.
Esta terapia não se baseia apenas em dados filosóficos, mas também em elementos científicos. O riso envia ao cérebro um comando, por meio do hipotálamo, para que ele produza um grupo de substâncias conhecidas como endorfinas, mais especificamente as beta endorfinas. Elaboradas nas ocasiões em que as pessoas se encontram bem-humoradas, elas detêm um potencial analgésico, semelhante ao da morfina, porém com um potencial cem vezes mais ampliado.
E se você prefere buscar conselho do médico dos médicos, Jesus… Leia o que diz em Sua Palavra sobre este assunto:

O coração alegre serve de bom remédio, mas o espirito abatido virá a secar os ossos”. (Provérbios 17:22)

Pense nisso… Baixe gratuitamente a revista Verdades que o Tempo não Apaga

Fontes: Doce Limão, Wikipedia , somostodosum

Porque uma dieta sem carne pode fazer você viver mais

Trocar a carne por lentilhas, nozes e quinoa reduzem o risco de morte prematura

Um novo estudo publicado no JAMA Internal Medicine sugere que trocar carne e ovos por lentilhas e nozes poderia adicionar anos à sua vida, Os cientistas descobriram que comendo menos proteína de origem animal, como carne e produtos lácteos, e aumentando as proteínas vegetais como cereais, feijão e soja, as taxas de mortalidade são substancialmente reduzidas.


Segundo os pesquisadores a mortalidade por doenças cardíacas caiu 12% e as mortes por todas as causas caiu 10%, para cada aumento de 3% na ingestão de calorias provenientes da  proteína vegetal. Em contraste, o aumento do consumo de proteína animal levou a 8% maior chance de morrer de um problema de coração e dois por cento o risco de morte por qualquer causa.

Os cientistas, do Massachusetts General Hospital, basearam as suas conclusões em uma pesquisa com 131,342 pessoas, que foram acompanhados por três décadas. Veja alguns resultados:

Alimentos de proteína animal incluem todos os tipos de carne, peixe, ovos e produtos lácteos, como leite e queijo.
Fontes vegetais de proteína incluem cereais, feijão, nozes, legumes, soja e pão.

  • Substituir a carne vermelha processada por legumes, nozes e cereais reduziu as taxas de mortalidade em 32 por cento.
  • Substituir ovos por proteína vegetal levou a uma redução de 19 por cento no risco de morte
  • Trocar a carne vermelha não processada reduz o risco de morte em 12%

O líder da pesquisa, o cientista Dr. Mingyang Song disse: “No geral, nossos resultados suportam a importância das fontes de proteína dietética para os resultados de saúde a longo prazo. Nossas descobertas sugerem que as pessoas deveriam considerar comer mais proteínas vegetais do que as proteínas animais…”

O Professor Tim Key, diretor da Unidade de Epidemiologia do Câncer da Universidade de Oxford, disse: “Poucos estudos anteriores abordaram especificamente as relações de mortalidade com o consumo de proteínas de origem animal x vegetal.  No geral, o estudo conclui que para ter uma dieta saudável é necessário comer mais alimentos de origem vegetal, em detrimento da ingestão de alimento de origem animal – especialmente carne processada”

Victoria Taylor, nutricionista sênior da Fundação Britânica do Coração, disse: Se no momento as refeições sem carne parecerem um passo muito grande para você , então simplesmente substitua uma parte da carne que come por alimentos vegetais ricos em proteínas – coisas como feijão ou lentilhas.”
Aprenda receitas veganas no VegTube
Fonte: Daily Mail Uk

 

TOP 10 Piores Alimentos de acordo com Médica Canadense

A médica PhD canadense Michelle Schoffro Cook fez uma lista com os 10 piores alimentos que nós podemos estar comendo. Veja o que ela escreveu de cada um:

10. Sorvete –  Me desculpa, Eu sei que todo mundo ama sorvete, mas o sorvete de hoje não está somente cheio de açúcar,  a maioria deles também está carregada de gordura trans, corantes e aromatizantes artificiais, muitos deles conhecidamente tóxicos (prejudiciais ao sistema nervoso e ao cérebro). É claro, existe exceções saudáveis, mas a maioria dos sorvetes são muito perigosos para sua saúde.

9. Salgadinhos de Milho – Desde de que surgiram os alimentos geneticamente modificados, a maioria dos produtos de milho que comemos são prejudiciais a saúde. O milho causa variações rápidas no nível de açúcar no sangue trazendo consequências como mudança de humor, ganho de peso, irritabilidade entre outros sintomas. Além disso a maioria dos salgadinhos são fritos em óleos rançosos que causam inflamação.

8.  Pizza Congelada – Embora não se possa generalizar a maioria das pizzas congeladas vendidas no mercado são cheias de conservantes e condicionadores artificiais. Além disso elas são feitas de farinha branca que ao reagir com o seu corpo se transformam em açúcar causando ganho de peso e desiquilíbrio na glicose do sangue.

7.  Batatas Fritas – Além das gordura trans, as batas fritas estão associadas a uma longa lista de doenças. Elas contém uma das mais potentes substâncias cancerígenas a Acrilamida. Além disso, a maior parte dos óleos utilizados para fritar ficam rançosos na presença de oxigênio ou em altas temperaturas causando inflamação no corpo. Pesquisadores estão descobrindo que essa inflamação causam doenças cardíacas, câncer e artrite.

6.  Batata Chips—Os chips de batata tem os mesmos benefícios da batata frita (nenhum), mas de acordo com o Ministério da Saúde do Canada, contém níveis ainda maiores de Acrilamida, que é uma substância cancerígena.

5.  Bacon—Me desculpem os amantes do bacon, mas de acordo com a pesquisa publicada na revista científica Circulation, o consumo diário de carnes processadas como o Bacon pode aumentar o risco de doênças cardiacas em 42% e de diabetes em 19%. Um estudo da Unisiversity of Columbia descobriu que comer bacon 14 vezes por mês estava ligado a doenças pulmonares.

4.  Cachorro Quente— Um estudo da Universidade do Havaí constatou que o consumo de salsicha e outras carnes processadas aumento do risco de câncer de pâncreas em 67 por cento. Um dos ingredientes encontrados é nitrito de sódio. Este agente cancerígeno tem sido associada a leucemia em crianças e tumores cerebrais em crianças. Outros estudos mostram que o nitrato de sódio também promove o cancro colorectal.

3.  Donuts—A maioria dos donuts são compostos 35 a 40 por cento de gorduras trans, o pior tipo de gordura que você pode comer. As gorduras trans estão ligados a doenças cerebrais e do coração, assim como doenças do cancro. Isso é antes de considerar o açúcar, os conservantes de massa artificiais e os aditivos alimentares que muitas destas rosquinhas contêm. O donut médio também contém cerca de 300 calorias.

2.  Refrigerante— De acordo com a pesquisa relatada pelo Dr. Joseph Mercola, “uma lata de refrigerante tem cerca de 10 colheres de chá de açúcar, 150 calorias, 30 a 55 mg de cafeína, e é carregado com corantes alimentares artificiais e sulfitos.” Somente esses fatos deveriam ser suficientes para fazer você repensar o seu hábito de consumir refrigerantes. Mas, refrigerantes são também  extremamente ácidos. Leva mais de 30 copos de água com  pH equilibrado para neutralizar a acidez de uma coca-cola. Este resíduo de ácido torna extremamente difícil o trabalho dos rins.  Além disso,os  minerais alcalinos presentes nos ossos  como o cálcio são despejados no sangue para ajudar a neutralizar a acidez, que pode enfraquecer os ossos ao longo do tempo.  Estudos também mostram que o consumo de refrigerante também  está relacionado com a osteoporose, a obesidade, a cárie dentária e a doença cardíaca.

1. Refrigerante Diet –Refrigerante diet é a minha escolha como o pior alimento de todos os tempos. Além dos problemas de refrigerante regular, o refrigerante Diet contém aspartame. De acordo com pesquisa realizada pela Lynne Melcombe, autor de Riscos à Saúde de Açúcar Branco, o  aspartame está ligada às seguintes condições de saúde: os ataques de ansiedade; compulsão alimentar; defeitos de nascença; cegueira; tumores cerebrais; dor no peito; depressão; tontura; epilepsia; fadiga; dores de cabeça e enxaquecas; Perda de audição; palpitações cardíacas; hiperatividade; insônia; dores nas articulações; dificuldades de aprendizagem; cãibras musculares; problemas reprodutivos; e até mesmo a morte. Os efeitos do aspartame podem até mesmo serem confundidos com a doença de Alzheimer, síndrome de fadiga crônica, epilepsia, vírus de Epstein-Barr, hipotiroidismo, doença de Lou Gehrig; doença de Lyme, doença de Ménière, esclerose múltipla e síndroma pós-pólio. É por isso que eu dou ao refrigerante diet o pior alimento de todos os tempos

Fonte: care2.com

 

 

EXPERIÊNCIA BeDream ATRAVES.TV

EXPERIÊNCIA  ATRAVES.TV

8_ensaio_parede

 

Entrar naquele cubo todo branco gerou em nós uma ansiedade ainda maior sobre o que haveria de vir. Dentro do Atraves.TV fomos preenchidos, fomos mudados, desenhados, assim como aquelas paredes brancas.

A ideia do Atraves.tv de registrar os processos deveria ser replicada em muitos lugares, é genial. O mundo já estaria em outro patamar, se os processos tivessem sido registrados há tempos.

No primeiro dia começamos esperando dinâmicas, palestras e uma mentoria individual. Pensei que o projeto seria alavancado apenas do ponto de vista prático. Mas foi muito além!!

O VegTube começou de forma despretensiosa e nunca recebemos uma mentoria. Fomos seguindo a intuição e colocamos nossa paixão no projeto.

A mentoria compartilhada e a troca de ideias entre os projetos foi enriquecedor. Foi tudo acontecendo ao mesmo tempo. As palestras nos deram uma percepção de como as redes são construídas e como muitas ideias se desenvolvem. Ir além, fazer diferente.

Conhecer tantas pessoas diferentes, suas ideias, seus projetos, sua trajetória mexeu conosco interiormente. Foi um chacoalhão na mente!! Saímos de lá agitamos, conhecendo alguns de nossos erros e com desejo de mudar aquilo que está nos impedindo de evoluir.

A dinâmica do primeiro dia teve o intuito de conhecer a fundo o nosso projeto e tudo que o envolve. Além disso, pudemos conhecer melhor nosso público, conversar com ele, conhecer seus anseios e dificuldades que envolvem o desejo de ter uma alimentação mais saudável.
Foi uma co-criação muito intensa, como nunca visto anteriormente.

No segundo dia conseguimos organizar um pouco as informações, colocamos os pés no chão e entramos no clima da imersão. Foi um dia muito importante para o projeto. Existia dentro de nós um objetivo intrínseco do canal, mas ainda não entendíamos completamente.

Nesse dia descobrimos alguns de nossos heróis, perfis de pessoas que são ou poderiam ser o nosso público. E alguns desses heróis foram nos encontrar e nos ajudaram de forma direta, nos mostrando ideias que gostariam de experimentar. Foi um segundo momento de co-criação, agora, diretamente com nosso público.

As palestras foram novamente inspiradoras e cada projeto recebeu uma atenção especial da Bel para tentar buscar soluções para nossos maiores desafios. Descobrimos meios de fazer parcerias e conseguir patrocínios. Novamente conhecemos pessoas que se doaram de verdade, afim de ajudar realmente cada um dos projetos.

Terminamos o dia com a certeza de nosso objetivo principal, transformar a vida das pessoas através da alimentação e um estilo de vida saudável. Entendemos que, primeiro devemos entregar esse valor para as pessoas e no momento que elas tiverem essa percepção também, teremos o crescimento esperado. Fomos embora mais tranquilos e com muitas ideias a serem estudadas e aplicadas.

O último dia, claro, foi o mais especial. Tivemos ali momentos muito agradáveis de conversas com pessoas diversas, que colocaram em nós um pouco da sua luz e seu conhecimento. Organizamos melhor as ideias e estabelecemos aquilo que poderíamos aplicar imediatamente, aquilo que precisa ser pensado e aplicado no médio prazo e aquilo que é um sonho e um dia pode ser realidade. Mas aprendemos que devemos executar por partes e nossa primeira parte foi ali, na hora. De forma pratica, desenvolvemos um protótipo do que seria um novo modelo de vídeo para usarmos em novas mídias, como Facebook e Instagram.

Deixamos a imersão com a certeza que estamos no caminho certo. Precisamos de alguns ajustes e repensar alguns modelos que usamos. Vamos trabalhar com outras frentes de contato e desenvolver um material para falar com empresas sobre o projeto. Ainda temos que organizar muitas ideias e estabelecer algumas metas, mas sem dúvida, muito já foi feito. Saímos com a mente mais aberta e com desejo de conhecer melhor as pessoas que nos acompanham e desenvolver contato com novos perfis de público.

Além de tudo isso, fica a gratidão, pelas tantas pessoas que se doaram para nos ajudar a crescer. Estar lá, sem dúvida mudou nossas vidas e o rumo do VegTube.

Continuem inspirando pessoas e registrando tudo!!